Escola Paulista de Medicina
Postgraduate in Collective Health

Disciplina: SEMINÁRIO DO GRUPO DE PESQUISA DE HUMANIDADES, NARRATIVAS E HUMANIZAÇÃO EM SAÚDE

  • Nome/título
    SEMINÁRIO DO GRUPO DE PESQUISA DE HUMANIDADES, NARRATIVAS E HUMANIZAÇÃO EM SAÚDE
  • Responsável
    Prof. Dr. Dante Marcello Claramonte Gallian
  • Corpo Docente
    Prof. Dr. Simeão Sass, Dra. Nádia Vieira, Profa. Dra. Viviane Cristina Cândido
  • E-mail para contato
    cehfi@unifesp.br
  • Início - inscrição
    2021/02/01
  • Término - inscrição
    2021/02/26
  • Início - curso
    2021/03/10
  • Término - curso
    2021/06/23
  • Local
    Google Meet (EAD) - será encaminhado aos inscritos (inscrição via site do CeHFi)
  • Dias e Horários
    Atividades síncronas (aulas presenciais) às quartas-feiras (quinzenal), 10 – 12:00hs e atividades assíncronas (leitura) por 2 horas semanais
  • Vagas/ Número máximo de alunos
    15
  • Carga horária - Teórica
    18
  • Carga horária - Prática
    36
  • Carga Horária Total
    54
  • Creditos
    4
  • Critérios de ingresso
    Somente alunos do grupo de pesquisa e que cursaram a disciplina Humanidades e Saúde (inscrição via site do CeHFi)
  • Ementa
    Ementa e Objetivo Geral:
    O Seminário do grupo de pesquisa de humanidades, narrativas e humanização em saúde tem como objetivo proporcionar aos pesquisadores uma maior imersão nos temas propostos, sempre voltado às pesquisas de cada participante, buscando além do aprofundamento uma aproximação e colaboração entre as pesquisas. Desta forma propomos avançar e ampliar a compreensão da temática da humanização em saúde, investigando o papel que pode desempenhar as humanidades e, particularmente, as narrativas neste processo formativo e de vivência profissional. Neste sentido, procurando confluir projetos de pesquisa que já vinham sendo desenvolvidas paralelamente, propomos a realização de trabalhos em duas grandes frentes:
    1) Teórico-conceitual: visando, através de abordagens histórico-filosóficas, o aprofundamento e esclarecimento dos conceitos centrais neste projeto: Humanidades, Narrativas e Humanização;
    2) Empírico-experimental: visando, através de abordagens metodológicas qualitativas, fundamentadas em narrativas e observação participante, compreender de que forma e em que medida, no âmbito das humanidades, as diversas formas de narrativa (Literatura, História, Histórias de Vida, Artes, Cinema, etc.) podem contribuir para a humanização em saúde, seja no âmbito formativo, seja no âmbito da prática e da pesquisa.
    Objetivos Específicos:
    - Possibilitar uma revisão dos norteadores teóricos para o conceito de Humanidades e suas relações com as Ciências da Saúde.
  • Avaliação de aprendizagem
    Metodologia:
    - Leitura prévia de textos determinados e discussão dos mesmos nos encontros do Seminário
    Avaliação:
    - Elaboração de um artigo científico nos moldes da ABNT versando sobre um dos temas abordados durante o curso.
  • Conteúdo Programático
    10 de março - Dante Gallian - Apresentação: objetivos e metodologia do Seminário de Pesquisa
    24 de março - Apresentação de Pesquisa: aluno de pós
    7 de abril - Apresentação de Pesquisa: aluno de pós
    28 de abril - Apresentação de Pesquisa; aluno de pós
    12 de maio - Nádia V Vieira, Kelly Crisitna A Cunegundes, Maria Auxiliadora Craice de Benedetto. Como fazer um projeto de História Oral e Narrativas em Saúde
    26 de maio- Como fazer um projeto de História Oral e Narrativas em Saúde Aula 2
    9 de junho - Simeão Sass – Hermenêutica e saúde. - Aula 1- O caráter oculto da saúde
    23 de junho - Simeão Sass – Hermenêutica e saúde. - Aula 2- Concepção Hermenêutica de Saúde
  • Referências
    WORKMAN, KAREN E PEREIRA, JESUS V. História Falada: memória, rede e mudança social. São Paulo: SESC SP: Museu da Pessoa: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2006.
    GONZÁLEZ REY, F. e QUEVEDO, J. E. M. El método de la historia de vida. in Subjetividad, cultura e investigación cualitativa: los antecedentes desde la personalidad y el método clínico. Bogotá: Editorial Aula de Humanidades, 2017.
    BENADIBA, L e PLOTINSKY, D. ? Que es la historia oral? in De entrevistadores y relatos de vida: Introducción a la Historia Oral. Buenos Aires: Imago Mundi, 2005.
    Rodrigues, Heliana de Barros Conde. O zero e o infinito - Reflexões sobre o método biográfico em pesquisa histórica. in Análise Institucional, Genealogia, História Oral - Fabricando intercessores em pesquisa e intervenção. Curitiba: Appris, 2019.
    BARELA, L.; MIGUEZ, M. E CONDE, L. G. La entrevista. in Algunos apuntes sobre historia oral y cómo abordarla. Buenos Aires : Dirección General Patrimonio e Instituto Histórico, 2009.
    GADAMER, H-G. “Experiência corporal e objetivabilidade” in O caráter oculto da saúde. Petrópolis: Vozes, 2006.
    AYRES, José R. C. M. “Uma Concepção Hermenêutica de Saúde” in PHYSIS: Rev. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 17(1):43-62, 2007.
    •  

    © 2013 - 2021. Universidade Federal de São Paulo - Unifesp

    Campus São Paulo - Rua Botucatu, 740 - 5º andar - sala 563 - Vila Clementino, São Paulo - SP - ppg.saudecoletiva@unifesp.br

    Please publish modules in offcanvas position.