Escola Paulista de Medicina
Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva 

 

 

Disciplina: A CONSTRUÇÃO DO CAMPO DA SAÚDE COLETIVA - 2021

  • Nome/título
    A CONSTRUÇÃO DO CAMPO DA SAÚDE COLETIVA - 2021
  • Responsável
    Prof. Dr. Arthur Chioro
  • Corpo Docente
    • Profa. Dra. Rosemarie Andreazza
    • Profa. Dra. Denise Martin Coviello
    • Profa. Dra. Calla Giana Luppi
    • Prof. Dr. Francisco Roberto Gonçalves Santos (Bel)
    A disciplina contará ainda com a participação de outros professores pertencentes às diferentes áreas do PPG-SC e convidados externos.
  • E-mail para contato
    arthur.chioro@unifesp.br
  • Início - inscrição
    2021-01-18
  • Término - inscrição
    2021-02-25
  • Início - curso
    2021-03-04
  • Término - curso
    2021-05-06
  • Local
    As aulas serão realizadas virtualmente e presencialmente (dependendo das condiçoes sanitárias
  • Dias e Horários
    quinta-feira (14 as 18 hs)
  • Vagas/ Número máximo de alunos
    30
  • Carga horária - Teórica
    90
  • Carga horária - Prática
    0
  • Carga Horária Total
    90
  • Creditos
    6
  • Critérios de ingresso
    Serão aceitos prioritariamente alunos regularmente matriculados ou probatório oficial no programa., mas aceita ouvintes
  • Ementa
    Objetivo geral:
    O objetivo principal da disciplina é caracterizar a Saúde Coletiva como campo de saberes e práticas, ao apresentar e discutir sua construção histórica, seus principais dilemas e desafios.

    Objetivos específicos:
    a) Identificar e discutir os fundamentos gerais do método epidemiológico, sua perspectiva histórica e seus principais usos, bem, como as contribuições da Epidemiologia para o campo da Saúde Coletiva;
    b) Discutir a contribuição das Ciências Sociais e Humanas para o campo da Saúde Coletiva;
    c) Discutir a contribuição da área de Política, Planejamento e Gestão em Saúde para o campo da Saúde Coletiva;
    d) Problematizar a construção do SUS como política de saúde, discutindo fundamentos da gestão do cuidado, do trabalho e da formação em saúde para a o campo da Saúde Coletiva.
    e) Apresentar os elementos presentes no debate contemporâneo das três áreas - Epidemiologia, Ciências Sociais e Humanas em Saúde, e Política, Planejamento e Gestão em Saúde, e refletir sobre os avanços e pontos de impasses para o campo da Saúde Coletiva.
  • Avaliação de aprendizagem
    Aulas expositivas e dialogadas (virtuais);
    Análise de cenas;
    Uso de vídeos;
    Estudos dirigidos;
    Análise crítica de documentos oficiais, textos e artigos;
    Seminários sob responsabilidade dos alunos.
    Seminário com convidados
  • Conteúdo Programático
    04/03 tarde Arthur Chioro
    Apresentação da disciplina. Construção do Campo da Saúde Coletiva. O que é Saúde Coletiva? A complexidade do campo da Saúde Coletiva

    11/03 tarde Francisco (Bel)
    Fundamentos em Epidemiologia: definições, perspectiva histórica e método

    18/03 tarde Carla Luppi
    Por uma epidemiologia da Saúde Coletiva (ou Contribuição da Epidemiologia para o campo da Saúde Coletiva).

    01/04 tarde Arthur Chioro e Rose Andreazza
    Clássicos da Saúde Coletiva brasileira I

    08/04 tarde Arthur Chioro e Rose Andreazza
    Clássicos da Saúde Coletiva brasileira II

    15/04 tarde Denise M. Coviello
    Contribuição das CHS para o campo da Saúde Coletiva: Como definir o “social”
    e a sociedade

    29/04 tarde Rose Andreazza e Arthur Chioro
    Contribuição da PPG para o campo da Saúde Coletiva: Múltiplas abordagens sobre o planejamento, a gestão, a regulação e o cuidado em saúde.

    06/05 manhã Abrasco/Cebes/APSP
    Seminário conjunto com o DMP e PPG-SC: Desafios, dilemas e o futuro do Campo da Saúde Coletiva

    06/05 tarde Arthur Chioro e Rose Andreazza
    Saúde como direito. Fundamentos da Reforma Sanitária. Princípios, limites e desafios do SUS.
  • Referências
    Almeida Filho N, Barreto ML (Org.). Epidemiologia e saúde: fundamentos, métodos e aplicações. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan; 2011. Capítulo 2 - Raízes históricas da epidemiologia (p.5-22).
    Arouca, S. O dilema preventivista: contribuição para a compreensão e crítica da Medicina Preventiva. São Paulo: Unesp/Rio de Janeiro: Fiocruz, 2003.
    Barreto ML. The globalization of epidemiology: critical thoughts from Latin America. Int J Epidemiol. 2004; 33:1132-1137.
    Campos, GWS. Saúde Paideia. São Paulo. Hucitec, 2003. Saúde Coletiva e Paidéia – p. 21-47
    Cecilio, LCO. Sobre as múltiplas dimensões da gestão do cuidado em saúde. In: Cecilio, LCO; Lacaz, AF. O trabalho em Saúde. Rio de Janeiro, Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES), 2012, p 35-50
    CHIORO DOS REIS, AA; SOTER, APM; FURTADO, LAC; PEREIRA, SSS. Tudo a temer: financiamento, relação público e privado e o futuro do SUS. Saúde Debate. Rio de Janeiro. V. 40, N. Especial p. 122-135. Dez 2016
    Donnangelo MC, Pereira, L. Saúde e Sociedade. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1976.
    FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Organização e tradução de Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.
    Luz, M.T. As instituições Médicas no Brasil. 2ª. Ed. - Porto Alegre: Rede Unida, 2013
    MATTA, G.C. Princípios e Diretrizes do Sistema Único de Saúde. In: MATTA, G C & PONTES, A L de M (orgs) Políticas de saúde: organização e operacionalização do sistema único de saúde. Rio de Janeiro: EPSJV / Fiocruz, 2007. p. 61-80.
    Merhy, EE. Planejamento como tecnologia de gestão: tendências e debates em planejamento em saúde no Brasil. In: Razão e Planejamento: reflexões sobre Política, Estratégia e Liberdade. Gallo, E. Organizador. São Paulo: Hucitec, 1995.
    Morris JN. Uses of epidemiology. Int J Epidemiol. 2007; 36: 1165-1172.
    Osmo, A; Schreiber LB. O campo da Saúde Coletiva no Brasil: definições e debates em sua constituição. Saúde Soc. São Paulo, v.24, supl.1, p.205-218, 2015
    Paim, J et al. O sistema de saúde brasileiro: história, avanços e desafios. Lancet. Publicado Online 9 de maio de 2011..
    Rose, Geoffrey. Sick individuals and sick poplations. Internacional Journal of Epidemiology 1985; 14(1):32-8.
    Simmel, G. Questões fundamentais da Sociologia. Rio de Janeiro, Zahar, 2006
    Victora CG, Barros FC, Vaughan JP. Epidemiologia da desigualdade. 3ª ed. São Paulo: Hucitec; 2006.
    Vieira-da-Silva LM, Paim JS, Schraiber LB. O que é Saúde Coletiva?. In: Saúde Coletiva – Teoria e Prática. Rio Janeiro: MedBook, 2014
    •  

    © 2013 - 2021. Universidade Federal de São Paulo - Unifesp

    Campus São Paulo - Rua Botucatu, 740 - 5º andar - sala 563 - Vila Clementino, São Paulo - SP - ppg.saudecoletiva@unifesp.br

    Please publish modules in offcanvas position.